07 janeiro 2019

Doria pode deixar de nomear 200 AEVPs para aumentar segurança nos presídios


Resultado de imagem para doria
Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil

Na semana passada, deputados eleitos se reuniram com o secretário da SAP e informaram que o governo não vai nomear os 200 AEVPs do concurso de 2013. O número é pífio para o gigantesco Estado, com essa nomeação dos duzentos remanescentes encerrava o concurso. 


Os remanescentes não se deram por vencido na causa justa e digna ,e sem tréguas buscam apoio da sociedade e autoridades,  conscientizando dos benefícios para a segurança pública o reforço no efetivo. 


É inadmissível imaginar que a longínqua espera possa chegar sem resolução, em outras palavras, não serem nomeados. É incomum não convocar todos do concurso, a notícia é encarada com surpresa aos bravos guerreiros. De qualquer maneira, não expirou o prazo e o minutos são valiosos no alcance de uma posição favorável do governador Doria. 



O discurso de Doria na corrida política era enfático na  segurança, pontuar suas ações no aumento do efetivo é de certo coerente com suas promessas. 


Quanto aos nobres amigos remanescentes, não desistam do objetivo que visa o bem da população assegurando mais efetivo e  segurança a sociedade. 


Marcelo Augusto
Essa é minha opinião, salvo em melhor juízo.



33 comentários:

  1. Vota nele... +governador... psdb é uma bença!

    ResponderExcluir
  2. Sabe o que acho mais engraçado, por que abrem outro concurso para o provimento de 1593 vagas, sendo que a SAP tem o costume de zerar as listas de aprovados, já que chamou quase todos, não custa chamar esses 200 restantes, agora se formos pensar em demora imagina nós do concurso de 2014, só para homologar foram 4 anos, se formos levar em consideração que o foco do governo é as polícias militares e civil, pois depois que o governador​ ganho só eles são lembrados, seremos esquecidos, podendo ser nomeado daqui 4 anos, totalizando uma demora de 8 anos, o mais engraçado que para a PM tem dinheiro para nomear mais efetivo, desvio de funções com a PM na escolta e nos mofando esperando a tão sonhada nomeação,tanto 2013 quanto 2014, esse governo do PSDB é uma falácia. Ele elogiando o Geraldo Alckmin e falando mal do França, parece que o França que foi governador e o Alckmin era vice. Acho que esse Governo irá massacrar nos concursando e concursados, e triste ver depois de tantas lutas deixarem para trás 200 Guerreiros, vamos torcer para reverter a situação, porém acho difícil, mais o jogo só acaba quando o juiz apita. Antes das eleições, todos nós somos lembrados, agora somos apenas números para o governo. Dá nojo dos governantes que temos, sem exceções.

    ResponderExcluir
  3. Incompetência do governo Alckmin, governo França, e agora deixo aqui os meus parabéns e felicitações há todos os servidores públicos que votaram no Doria e irão ingulir mais quatro anos de governo PSDB...

    ResponderExcluir
  4. Ainda ñ somos totalmente reconhecidos e valorizados pelos governantes. Lamentável!

    ResponderExcluir
  5. Isso é injusto;todos que estão na lista passaram por todas as etapas!

    ResponderExcluir
  6. Só tem um detalhe. A SAP homologou, ainda no governo Márcio França, o concurso 2014. Desta forma bloqueou as nomeações de 2013, pois os habilitados dentro do número de vagas no certame mais recente tem prioridade de nomeação aos excedentes de concurso anterior para a mesma função segundo o STF.
    Seria um gesto de má fé tal iniciativa de homologação do 2014?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro colega,você sabe alguma coisa a respeito do concurso da SAP área meio ?

      Excluir
  7. Não sei se foi incompetência do França,que acredito que sabia que isso podia ocorrer, e não teve coragem de zerar essa lista de Aevps em tempo hábil!! Ou já existia a mão do Doria para barrar essas nomeações!

    ResponderExcluir
  8. Doria deu entrevista dizendo que vai acabar com a escolta de presos e liberar 6000 policiais as ruas, fazendo vídeo conferência, ao invés de levar presos aos fóruns..Vai acabar com nossa categoria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa categoria nunca deveria ter existido, inventaram ela para tirar os PMs da torre. Tem e mesmo que entinguir essa classe e unificar uma so

      Excluir
  9. cabe algum recurso e quando devemos fazer?

    ResponderExcluir
  10. Respostas
    1. Depois da privatização a cadeia vai precisar de AEVP para muralha e escolta externa. Acho que a função de ASP não será mais necessária, já que terão funcionários particulares para tal atividade.

      Excluir
    2. Procure se informar melhor seu mobral!!! Na constituição federal tem um artigo,que veta a contratação de empresas terceirizadas para a função de segurança,logo o asp de cargo efetivo sempre existirá,ao contrário dos aevps que sãoo uma classe mais nova,criada para substituir a pm nas muralhas!!!

      Excluir
  11. Viva os eleitores desse prégo!!

    ResponderExcluir
  12. Parabens aos que acreditaram em bolsodoria, tudo farinha do mesmo saco

    ResponderExcluir
  13. Não elegeram ele? Agora aguenta

    ResponderExcluir
  14. Com esse governador serão quatro anos de sofrimento, sem reconhecimento, sem reajuste salarial digno e sem condições de trabalho. E quem está apoiando a privatização, cuidado, não vai afetar apenas quem trabalha no administrativo (oficiais e asp's), irá ferrar com todos.

    ResponderExcluir
  15. Está certo,só Estado de São Paulo pra inventar "AEVP", tem que ser um cargo só que faz tanto muralha, escolta e interno.

    ResponderExcluir
  16. Só promessas e nada .
    Muito triste .

    ResponderExcluir
  17. https://www.abaixoassinado.org/assinaturas/assinar/44279

    Quem puder ajudar.

    ResponderExcluir
  18. Socorro!!!
    Será que o mesmo se dará com os ASP do concurso de 2014???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relaxa. Com esse monte de presídio inaugurando vai chegar jaja.

      Excluir
  19. agora ninguem fala que votou nesse cara???

    ResponderExcluir
  20. o concurso foi somente para arrecadar $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    ResponderExcluir
  21. Os concursados de Agentes Penitenciários de São Paulo, vão passar o mesmo drama do dos candidatos aprovados dos concursos de 2006 e 2012 de inspetores Penitenciários do Estado do Rio de Janeiro. Não tenho a menor dúvida.

    ResponderExcluir
  22. Bem feito quem votou em Dória agora aguenta este governo está insuportável e fazendo baianafa

    ResponderExcluir
  23. Parem tudo, greve já... deixa explodir, esqueçam sindicatos, vamos paralisar por nossa conta, se nos unirmos somos fortes!!!

    ResponderExcluir
  24. a classe mais desunida que existe, se ninguem fizesse escolta fora da unidade o negocio era diferente, mas so pensam em ganhar diarias e quebram o galho pro governo fazendo função que nao nos compete, entao vai segurando.

    ResponderExcluir

Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas.