26 maio 2019

Rebelião em "presídio privatizado" de Manaus termina com 10 mortos neste domingo



#URGENTEModelo de gestão assemelha-se ao proposto pelo governo de SP, em 2017 mais de 50 mortos. Um agente foi executado em 2018. Hoje, mais 10 presos mortos.
Agentes alertam dos riscos! 


Agência Brasil Em 16h11 - 26/05/2019

Brasília - Portão principal do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus (Marcelo Camargo/Agência Brasil)


Uma briga entre presos, no Compaj (Complexo Penitenciário Anísio Jobim), em Manaus terminou com 10 mortos, neste domingo (26). O Batalhão de Choque foi chamado para entrar no presídio e conter a briga.

Informação apurada pela Agência Brasil junto ao IML (Instituto de Medicina Legal), mas não confirmada pelo Seap (Secretaria de Administração Penitenciária), indica que dez pessoas morreram. Não há informações sobre fuga de presos, nem agentes penitenciários feridos ou feito reféns.

Conforme nota da Seap, o Batalhão de Choque da Polícia Militar foi acionado para atuar no Compaj “onde estava acontecendo uma briga entre presos”. O batalhão entrou no complexo por volta do meio-dia deste domingo (26). O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, determinou reforço em outras unidades do sistema.

Em janeiro de 2017, uma rebelião de 17 horas resultou na morte de 56 pessoas no Compaj. Em dezembro de 2018, um agente penitenciário foi assassinado dentro do complexo.


16 comentários:

  1. bora privatizar em são paulo pra morrer muita gente..

    ResponderExcluir
  2. Lá é terra de ninguém...

    ResponderExcluir
  3. foram 15 presos mortos na rebelião

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ATUALIZANDO PARCEIRO 55 MORTOS WILLIAM BONNER FINALMENTE FALOU QUE A CADEIA É PRIVATIZADA CHUPA ESSA MANGA Doriana

      Excluir
    2. QUE SE FODAM!!!

      Excluir
  4. DORIANA AO INVES DE VISITAR CADEIA PRIVATIZADA NOS STATES PORQUE NAO VISITA A REALIDADE MAIS DE PERTO NO HOSPITAL DO SERVIDOR TA CHEIO DE FUNCIONÁRIOS DA GOCIL EMPRESA QUE POR SINAL O SR TEM MUITA "AFINIDADE"

    ResponderExcluir
  5. Então governador, Dória , fica a dica ao invés de mandar o secretário visitar a PPP de Ribeirão das Neves em MG e as unidades prisionais no EUA , mande- o visitar as unidades de Manaus para visualizar as consequências da privatização . Acorda Sao Paulo.

    ResponderExcluir
  6. Enquanto não houver um endurecimento das leis(preso que matar funcionário pegar pena de morte, fim das visitas íntimas para presos perigosos,mais rigor com presos faccionados),não dá nem para pensar em privatização do sistema penal em São Paulo.

    ResponderExcluir
  7. Sem Deus não somos nada o agente penitenciário anda estressado por conta de dificuldades no trabalho ,longe familia ,remineração baixa .Se você agente penitenciário vier a falecer para onde vai sua alma ? Leia 1 coríntios 6.9.10

    ResponderExcluir
  8. E o Governador Doria querendo privatizar as unidades Prisionais de São Paulo onde no seguimento é referência no Brasil.

    ResponderExcluir
  9. esse é o modelo do Doria?

    ResponderExcluir
  10. Hoje acharam mais 42 vagabundos mortos com os 15 de ontem já são 57, bora privatizar as cadeias de São Paulo João Dolar

    ResponderExcluir
  11. Ontem 27.05 foram encontrados mais 40 corpos nas seguintes unidades prisionais:

    INSTITUTO PENAL ANTONIO TRINDADE ( IPAT )............................. 25 corpos
    UNIDADE PENAL DO PURAQUEQUARA ( UPP ) ................................ 06 corpos
    CENTRO DE DETENÇÃO PROVISÓRIA MASCULINO ( CDPM1 1 )................... 05 corpos
    COMPAJ ............................................................... 04 corpos

    Marcelo cola aí a matéria do GOOGLE

    Alexandre Morais ( ministro do STF ) aquele ex secretário do Sr ALCKMIN , culpa terceirizada por chacina em presidio de MANAUS; empresa nega.

    ResponderExcluir
  12. Ótimo! Lindo!
    Que começem os jogos!!!

    ResponderExcluir

Os comentários postados pelos leitores deste blog correspondem a opinião e são responsabilidade dos respectivos comentaristas.